RESENHA: A Esperança (Jogos Vorazes #3) - Suzanne Collins

A Esperança
SINOPSE: Depois de sobreviver duas vezes à crueldade de uma arena projetada para destruí-la, Katniss acreditava que não precisaria mais de lutar. Mas as regras do jogo mudaram: com a chegada dos rebeldes do lendário Distrito 13, enfim é possível organizar uma resistência. Começou a revolução. A coragem de Katniss nos jogos fez nascer a esperança em um país disposto a fazer de tudo para se livrar da opressão. E agora, contra a própria vontade, ela precisa assumir seu lugar como símbolo da causa rebelde. Ela precisa virar o Tordo. O sucesso da revolução dependerá de Katniss aceitar ou não essa responsabilidade. Será que vale a pena colocar sua família em risco novamente? Será que as vidas de Peeta e Gale serão os tributos exigidos nessa nova guerra? Acompanhe Katniss até o fim do thriller, numa jornada ao lado mais obscuro da alma humana, em uma luta contra a opressão e a favor da esperança.

RESENHA:
AVISO SPOILERS PRA QUEM NÃO LEU JOGOS VORAZES E EM CHAMAS.

  Pois então, aqui estou eu novamente. Mil desculpas a todos pelo sumiço, ando em uma correria danada, com trabalho e faculdade, e ainda tentando arrumar um estágio. A vida não anda fácil, mas enfim, aqui estou depois desse tempo todo.
  
  Aproveitando o lançamento do filme de Jogos Vorazes (Quem já viu o filme? O que acharam?), hoje trago a resenha de A Esperança, ultimo livro da trilogia Jogos Vorazes.

  Depois daquele final surpreendente de Em Chamas, todos nós estávamos loucos e surtados (pelo menos eu estava) por “A Esperança”. Deixo aqui mais uma vez registrado, a minha indignação por esse titulo que ficou péssimo. Mas continuemos.

  Katniss Everdeen sobreviveu a dois Jogos Vorazes. Enganou a Capital e ao Presidente Snow. E agora Peeta está morto ou nas garras da Capital, seu distrito foi destruído e os sobreviventes foram para distrito 13. Que por sinal não estava extinto coisa nenhuma, e planeja uma revolução contra a crueldade do Presidente Snow. E que de quebra, ainda querem que a Katniss seja a “imagem” da revolução. Sabe como é, venceu dois jogos, quebrou alguns protocolos, é inimiga declarada do presidente, usou o broche do tordo como sinal de rebeldia e por aí vai. A garota em chamas se tornou a esperança de todos. Não que tivesse pensado nisso quando praticava tais coisas.
  Seu fiel companheiro, Gale, está pronto pra ver o circo pegar fogo. Enquanto Katniss está em duvida. Duvida entre proteger aqueles que ama, estar ao lado deles, viver pra sempre escondida; ou realmente ser a esperança, ser a imagem da revolução, encarar tudo e todos, derrotar a Capital e acabar com a opressão. Só que tudo isso tem um preço. E depois?

***

  Então é, eu demorei a ler. E quando terminei senti um vazio sabe? Porque acabou. Uma das melhores séries, que me fizeram chorar, surtar, ficar revoltada e indignada com o ser humano, chegou ao fim. E por melhor que seja o final que ela tenha escrito (e eu acho que podia haver melhoras), eu pelo menos, nunca sentiria que “é tá bom, acabou”.
  O livro é bastante corrido. Dividido entre mostrar lá fora, mostrar a Katniss e o distrito 13, a rebelião, o contra ataque da Capital e etc. Eu, Lydiane, penso que a Suzanne podia ter estendido um pouco mais, feito outro livro, ou mesmo feito um livro maior, com mais destaque pra todos.
  Suzanne como todos sabem, não poupa sangue, guerra, brigas, mortes de personagens e tristezas pra ninguém. Então acabou que o final mesmo, de fato, as escolhas e consequências da Katniss foram super rápidas. Mas isso é uma opinião pessoal minha. Eu gostei, mas esperava mais do livro. Meu livro favorito continua sendo Em Chamas.
  As cenas da guerra, as mortes, a crueldade, as cenas do Peeta, são todas emocionantes. Eu não sabia se chorava, se largava o livro de raiva, se chingava a autora. Suzanne escreve muito bem, como já vimos nos outros livros, e ela realmente não poupa ninguém, como também já pudemos notar antes.
  E ainda assim, eu me pegava em varias cenas torcendo pra um final feliz. Ainda que eu sempre soubesse, desde a primeira explicação de como funcionava os Jogos, que não viria. Porque a história da Suzanne não é um conto de fadas, onde todos vivem felizes pra sempre. É uma historia sobre uma revolução, sobre um povo reprimido que sofria, e que mais cedo ou mais tarde, teria que se rebelar. Mas a que custo essa revolução iria vir?
  
  O mais “engraçado” de tudo, é que o nome do livro é A Esperança. Esperança de que, é que eu não sei. Esperança de um fim da violência? De um fim da opressão? Esperança de um futuro melhor? E as cicatrizes, pesadelos, medos constantes mesmo depois do fim? Como Katniss e todos os outros, conseguiriam viver, como se nada tivesse acontecido. Como se fosse fácil por um sorriso no rosto e seguir adiante.
  
  Eu poderia ficar horas discutindo, comentando, reclamando e elogiando a série, mas esse post ficaria enorme e desconexo. Pra finalizar, tenho que parabenizar a Suzanne Collins por escrever uma série tão boa, tão revolucionária, tão diferente de tudo. E que venham muitos mais livros assim, que nos levem a refletir sobre a vida, sobre a sociedade, sobre o ser humano e tudo que ele é capaz.
  A trilogia Jogos Vorazes contém três livros: Jogos Vorazes, Em Chamas e A Esperança. Todos já lançados no Brasil. O filme, com nome homônimo, foi lançado dia 23/03/2012 e o próximo filme, baseado no segundo livro “Em Chamas”, tem data provável de lançamento para 23 de novembro de 2013.

PS: Só eu que amei o filme? Claro que foram cortadas várias cenas do livros, corte de personagens, mudança de algumas coisas para que o publico em geral (não só os leitores), entendesse tudo. Mas como eu já disse, umas mil vezes, o filme sempre será inferior ao livro, não tem tempo e nem orçamento, que possam fazer um filme IGUAL ao livro. Houve só algumas coisas que me incomodaram, mas de resto, achei muito digno.
PS 2: Lionsgate se deu bem hein? Jogos Vorazes tá super badalado. Filme tá arrasando nas bilheterias.
PS 3: Que venha o filme de Em Chamas.

Resenha feita por:


Lydiane Souza

Twitter - Skoob

16 comentários:

O Vazio na Flor disse... Responder comentário

Um fenômeno! Só essa palavra descreve o que virou Jogos Vorazes nos últimos dias..
Ainda não pude comprar os livros(ando pagando outros) e como moro numa cidadezinha pequena, o filme ainda não chegou no cinema daqui. Mas por tudo q leio, ouço e vejo, ja só apaixonada pela trilogia e a quero com muita vontade.
Resenha muito bem feita, admiro quem consegue resenhar algo que goste, sem deixar de respeitar o leitor ou o escritor.
Parabens..
bjs..bjs..

IsaDora disse... Responder comentário

Desde o momento que comecei lendo o primeiro livro, ao último que é este, fiquei sem fôlego, é um série incrível, concordo achei a tradução do nome do último livro bizarra rsrs. Essa série é incrível, o final foi bem final de suzanne rsrs, bem realístico, as cicatrizes que marcam para sempre, a consciência das coisas, a mais pura verdade, contexto da história totalmente profundo, uma série marcante. Também gostei muito do filme, atores muito bons, só senti falta de mais cabelos coloridos na capital kkkk, beijos, adorei a resenha

Hangover at 16 (contato) disse... Responder comentário

As cenas podem ate ser emocionantes, só que eu achei ridiculo como foi o final da prim, nem mostrou direito! foi tudo rapido demais .-.

xx carol

Ariana Alves disse... Responder comentário

Não li a resenha pois havia spoilers ^^ mas li o resto e aff... Só me deixa com mais vontade de ler
=X
Eu vi o filme apenas e saí do cinema doidinha para poder comprar o livro.
Mas então vc achou que o segundo é o melhor dos 3?
Preciso conferir isso, rss

Bjuuuss

Ariana Alves disse... Responder comentário

Não li a resenha pois havia spoilers ^^ mas li o resto e aff... Só me deixa com mais vontade de ler
=X
Eu vi o filme apenas e saí do cinema doidinha para poder comprar o livro.
Mas então vc achou que o segundo é o melhor dos 3?
Preciso conferir isso, rss

Bjuuuss

Augusto disse... Responder comentário

Lidy --- resenha perfeitaa.... o lance da esperança é que a Katniss era o tordo - a pessoa o coisa simbolo da revolução no caso ela era o simbolo da esperança da liberdade dos distritos em relaçao a Capital....

Pamela disse... Responder comentário

Indiquei você para um meme. Bjjjs *--*
http://milleguas.blogspot.com.br/2012/04/meme-conheca-o-blogueiro.html

A propósito, quero muito ler essa série. *Só n li a resenha pq é spoiler* sorry

Rock Master disse... Responder comentário

Amei! Foi perfeita a Resenha. To muito feliz em ter virado filme a saga. :)

Cristiane de oliveira disse... Responder comentário

Esse livro foi um dos melhores que li ano passado, só agora virou moda por causa do filme.

Douglas Dias Brandão disse... Responder comentário

Logo lerei Jogos Vorazes.
Não li aresenha examente por conta dos spoilers!

Jhonatan disse... Responder comentário

Já li os dois primeiros livros da trilogia, ansioso para ler o último!

Anônimo disse... Responder comentário

estou louca para ler o ultimo livro nao aguento mais esperar

Anônimo disse... Responder comentário

Eu li Jogos Vorazes e fiquei entertida, e devorava cada palavra. Fiquei anciosa pelo Em chamas, que é perfeito, e foi me deixando instigada para descobrir cada proximo acontecimento, tanto é que finalizei o livro em dois dias. Estou pronta para devorar cada capitulo do proximo livro: Esperança. Ansiedade que só.

Anônimo disse... Responder comentário

е siarkę orаz saletrę, lecz rуceгz był pojęcia, іż scalability ()
działanie

odłаmkowe nie zаszkoԁzi. Popаtrzył z wolna
prostο w wyрсhanе wnętгze,
ωіdοсznе jeѕzcze za
pomοcą nie ԁo samеgо
końcа

zѕzytу ωejście. Czyż pr.

Vitor Araujo disse... Responder comentário

Ole

Vitor Araujo disse... Responder comentário

Desculpa o comentário acima mas tentei fazer um teste antes de comentar. Queria só colocar as palavras da Lydiane:

"Eu poderia ficar horas discutindo, comentando, reclamando e elogiando a série, mas esse post ficaria enorme e desconexo. Pra finalizar, tenho que parabenizar a Suzanne Collins por escrever uma série tão boa, tão revolucionária, tão diferente de tudo. E que venham muitos mais livros assim, que nos levem a refletir sobre a vida, sobre a sociedade, sobre o ser humano e tudo que ele é capaz".

O poster realmente ficaria desconexo se colocássemos tudo que pensamos quando acabamos de ler o livro, é meio que sem noção... bla bla... enfim só queria dá um conselho a quem perder tempo de ler isto, por favor, leia o terceiro livro, leia até o final e talvez, apenas talvez você terá o prazer de ser enganado pela autora como eu fui. Eu sou muito pé atrás e quando leio tento pensar como estava a cabecinha de quem escreveu, então... fiquei muito confuso pois a autora me conduziu a um romance de crespusculo, depois a lutas de x-men (nuss... katniss não solta raio pelos olhos ok? e nem pega fogo, ops...!), depois a uma revolução e guerra então... as pitadas de sal que ela havia colocado entre todos os livros, bem nos cantos começaram a crescer e se tornaram o final... um final louco, mas claro que adorei. Só lendo para vocês entenderem. O terceiro é o melhor pelas virtudes que defende e claro.. as profundas palavras finais de Katniss no livro (mas ela não morre no final?).

Postar um comentário

Vamos comentar ?